EducaçãoEducação

UEPB aprova novos regimentos dos Programas de Pós em Química e Inovação Tecnológica em Medicamentos

A proposta de regimento geral do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Medicamentos foi encaminhada pela Pró-reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP), e teve como relator o conselheiro Nelson Aleixo da Silva Júnior. Trata-se de uma atualização para se adequar às exigências da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e aos documentos sobre as atualizações do regimento geral dos Programas de Pós-graduação da Universidade.

Em seu parecer, o professor Nelson ressaltou que o regimento geral do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Medicamentos (PPGDITM) apresenta uma estrutura e organização coerente, com uma proposta com essas características. O documento, segundo ele, disponibiliza ainda os requisitos para admissão, matrícula e transferência dos estudantes para outras instituições que façam parte do Programa, como, também, os procedimentos para suspensão ou trancamento de matrículas.

Adiante o relator acrescentou que a análise do regimento geral do Programa credenciado pela Capes, sob forma de um Programa em Associação, demonstrou que a referida proposta está em harmonia com o conjunto de normas que regulamenta a pesquisa e a pós-graduação stricto sensu na UEPB. Com a proposta submetida à discussão, o pró-reitor de Pós-graduação e Pesquisa, professor Francisco Jaime, ressaltou que a intenção da PRPGP foi a de fazer uma atualização do regimento do programa. Ele lembrou que o programa está consolidado e funciona muito bem, sendo um da região que permite que o(a) candidato(a) ingresse diretamente da graduação para o doutorado, sem necessariamente ter o diploma de mestrado.

Nessa mesma linha o Consepe também aprovou, por unanimidade, a proposta da PRPGP, de atualização do regimento interno do Programa de Pós-graduação em Química. O processo foi relatado pela conselheira Maria do Socorro Moura Montenegro, que ressaltou que a proposta teve como intuito fazer uma adequação do Programa ao novo regimento geral da Pós-graduação da UEPB, conforme prevê a Resolução/UEPB/CONSEPE/008/2023.

No seu parecer, ela destacou a importância desse Programa de Pós-graduação em Química para a UEPB, cuja finalidade é de qualificar técnica e cientificamente, em nível de pós-graduação, licenciados e bacharéis em Química, químicos industriais e outros profissionais graduados em áreas afins ou correlatas. A professora enfatizou que a UEPB como uma universidade pública, gratuita e de qualidade, investe em uma política de estudos que estimula a implementação da propriedade intelectual, pautada na promoção da qualificação técnica e científica, em nível de pós-graduação, licenciados e bacharéis em química, químicos industriais e outros profissionais graduados em áreas afins ou correlatas.

“Só para deixar claro que depois que nós aprovamos o regimento geral da Pós-graduação da UEPB, todos os 28 programas da Instituição estão fazendo atualizações de seus regimentos. Todos os Programas estão atualizando os seus regimentos para poder ficarem mais modernos efetivamente, tentando a consolidação dos programas”, ressaltou o pró-reitor Francisco Jaime.

Texto: Severino Lopes