EducaçãoEducação

Inovatec da UEPB realiza novos pedidos de registro de software e desenho industrial

A Coordenadoria de Inovação Tecnológica (Inovatec) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) realizou recentemente mais três pedidos de registro de software e uma requisição de registro para desenho industrial. Os pedidos dizem respeito a tecnologias na área de saúde, cuidado animal e cadeira funcional.

Os software na área da saúde são responsáveis pela monitorização da mecânica ventilatória em neonatologia e por classificação de doenças cardiovasculares. O aplicativo intitulado “Dynamic Neo” foi protocolado junto ao INPI sob o número 512023002556-9. A tecnologia vem contribuir no diagnóstico e tratamento de doenças nas unidades de terapia intensiva neonatais (UTIN), através da Saúde Móvel (mHealth).

Saúde
Esse formato de software está direcionado à ventilação mecânica e sua monitorização, medicamentos e protocolos eletrônicos. Entre os seus benefícios, pode-se destacar o aumento na sobrevida, o auxílio na terapêutica, a melhoria na assistência e qualidade de trabalho, além de servir de ferramenta de educação em saúde. O aplicativo resultado da pesquisa de mestrado, desenvolvida no Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia em Saúde (PPGCTS) da UEPB, pela aluna Isabella Pinheiro de Farias Bispo, sob a orientação da professora Giselda Félix Coutinho.

O segundo software da área de saúde é responsável por contribuir na classificação de risco de doenças cardiovasculares. Trata-se de um sistema de classificação de risco de doenças cardiovasculares via interface web, no qual o usuário deverá preencher alguns dados relacionadas ao desenvolvimento de risco cardiovascular e o sistema é responsável por emitir a classificação de risco de doença cardíaca.

O software intitulado “Um sistema de classificação de risco de doenças cardiovasculares baseado em algoritmos de gradiente distribuído (XGBoost) – SISXGCARDIO” foi protocolado junto ao INPI sob o número 512023002621-2. Apresenta-se como resultado das pesquisas desenvolvidas pelo professor Vladimir Costa de Alencar, docente do Departamento de Computação da UEPB, e dos discentes do Curso de Estatística, Pedro Henrique Rodrigues Pereira e João Vitor Andrade Alves de Souza.

Cuidado animal
O aplicativo para registrar e gerenciar dados de animais de estimação foi pensado tendo em vista o constante reconhecimento de que os animais domésticos são membros da família, sendo necessário olhar com atenção as suas necessidades, a fim de promover melhor qualidade de vida para eles e para os tutores.

O software intitulado “Pet Care” foi protocolado junto ao INPI sob o número 512023002694-8. A proposta é resultado das pesquisas desenvolvidas pelo professor Daniel Scherer, docente do curso de bacharelado em Ciência da Computação, e do discente Ivanildo Simplício da Silva Filho.

O aplicativo “PET CARE” é voltado para a plataforma Android e visa desempenhar um papel significativo na melhoria da forma como os tutores fazem a gestão da vida dos seus pets, promovendo simplicidade e eficiência ao atender as suas principais necessidades diárias. Além disso, disponibiliza um conjunto de recursos úteis e eficientes que trarão mais comodidade aos tutores para gerirem a vida dos seus animais de estimação.

Desenho industrial
A Inovatec também realizou um depósito de pedido de registro de Desenho Industrial no INPI para uma cadeira do tipo espreguiçadeira funcional. O desenho industrial incorpora elementos de tubos de ferro, que proporciona estabilidade à estrutura, e a parte superior da cadeira é composta por ripas de madeira, com espaçamento entre elas, criando um padrão ornamental funcional que oferece ventilação e conforto durante o uso. A Inovatec a definiu como “uma obra de arte em forma de móvel”.

A espreguiçadeira foi projetada para proporcionar conforto e elegância tanto em ambientes internos quanto externos. Seu design cuidadosamente planejado combina a durabilidade do ferro com a beleza da madeira, tornando-a uma peça de mobiliário esteticamente atraente e funcional.

A combinação de materiais como ferro e madeira cria um contraste visual, adicionando um toque contemporâneo e versátil ao design. O espaçamento entre as ripas de madeira não apenas contribui para a estética, mas também garante conforto, mesmo em climas quentes. A inovação em design foi desenvolvida pelo servidor Anilson Batista de Araújo e o pedido de registro foi protocolado sob o número BR 30 2023 004860 0.