Destaques

Aeroportos da Paraíba registram aumento de 30% no fluxo de passageiros em novembro

Os esforços do Governo do Estado para ampliação da malha aérea resultaram em números positivos nos dois principais aeroportos da Paraíba, em João Pessoa e Campina Grande, que no mês de novembro registraram, juntos, um aumento de 30% do fluxo de passageiros em relação ao mesmo período do ano passado.

No aeroporto Castro Pinto, foram 121.215 passageiros nos 1.177 embarques e desembarques registrados no mês passado. O número representa um aumento de 12,8% em relação a novembro de 2022.

Já em Campina Grande, no aeroporto João Suassuna, o crescimento foi ainda maior, de 258,9%. Ao todo, mais de 25 mil pessoas passaram pelo terminal da Rainha da Borborema que teve 426 voos durante o mês de novembro.

Os números divulgados pela Aena Brasil mostram ainda que no acumulado do ano, Campina Grande teve um acréscimo de 60,3% no fluxo de passageiros e de 40,7% do número de operações, que incluem pousos e decolagens de aeronaves.

“Pela primeira vez, a cidade que realiza o Maior São João do Mundo ultrapassou a casa dos 200 mil passageiros no ano, um número histórico e que tende a ser ultrapassado já nos próximos meses com a chegada da Latam/Voepass a partir de janeiro em Campina Grande”, comemorou a secretária do Turismo e Desenvolvimento Econômico, Rosália Lucas, que lembrou que a cidade já é porta de entrada para os turistas que pretendem conhecer o Cariri, o Brejo, o Agreste e o Sertão do estado.

Com o Termo de Acordo de Regime Especial (Tare) assinado no início de dezembro com a Latam, ocasião em que o governador João Azevêdo concedeu benefícios fiscais à empresa, a Paraíba vai garantir uma frequência de 280 voos mensais da companhia nos dois aeroportos paraibanos.

No Castro Pinto serão 20 voos semanais entre João Pessoa e Brasília e 42 voos semanais entre João Pessoa e São Paulo. Já no aeroporto João Suassuna, onde a Latam será a terceira companhia aérea em operação, serão oito voos semanais que vão fazer a rota entre Campina Grande, Fortaleza (CE) e Recife (PE).